Tina Hale, 57, teve que ser levada às pressas ao hospital em Bridgwater, Somerset, junto com seu marido Jocelyn, 48, depois de ambos consumirem uma espécie mortal de cogumelo, o amanita phalloides. O homem conseguiu sobreviver porque deu apenas uma mordida.

De acordo com o jornal “The Sun, a substância presente no cogumelo é tão tóxica, que apenas uma pequena quantidade (30g) pode matar.Os médicos tentaram salvar Tina, mas ela não resistiu e morreu no dia seguinte, deixando três filhas e um filho. “Isso é terrível”, declarou o marido.

Cabras de estimação comem cogumelos e ficam alucinadas por dois dias

Segundo o especialista John Thompson, o fungo é notadamente semelhante a outros tipos de cogumelos, não-venenosos, e tem um sabor muito atraente. “Até para quem tem experiência é difícil diferenciar as espécies”, afirmou.

Sem mais artigos