Os mexicanos consideram um milagre: Karla Flores, de 32 anos, teve uma granada alojada em seu rosto e conseguiu sobreviver! Tudo começou num dia em que ela vendia peixe na rua em Caliacán, no estado de Sinaloa, México, ouviu um forte estrondo, sentiu algo bater nela e a derrubar. A mulher sentiu uma sensação de queimação no rosto, passou a mão e viu sangue, em seguida desmaiou.

Quando Karla acordou já estava no hospital. Ela achou que tinha sido acertada por uma pedra ou algo do tipo, mas não. Os médicos a examinaram e descobriram que havia um tipo de projétil no rosto, mas não sabiam o que era.

LEIA MAIS: Mulher tem rosto deformado por ácido e consegue se recuperar

Ao fazer uma tomografia e um raio-x descobriram que o estranho objeto entre as mandíbulas de Karla era nada menos que uma granada!


Raio-x mostra a granada atravessada na boca de Karla.

Aí começou o pânico no hospital: quem retiraria a granada não explodida dalí? E se explodisse a qualquer momento? Imediatamente a área foi evacuada e Karla foi isolada, mas nenhum médico queria correr o risco de operá-la e ter tudo pelos ares. Quatro voluntários corajosos acabaram se oferecendo para fazer a cirurgia de retirada: dois anestesistas, uma enfermeira e um médico, juntamente com especialistas em explosivos.

Karla foi operada em um campo aberto e com anestesia local, assim o risco de explodir o hospital, no caso de algo dar errado, seria nulo. O dispositivo foi extraído de sua cabeça pelo médico (sem roupas especiais, a quem possa interessar) enquanto era guiado pelos militares.

A paciente perdeu metade de seus dentes na cirurgia, seu rosto ficou deformado por uma imensa cicatriz, mas ela sobreviveu para contar a história.

Mulher sobrevive após ter uma granada alojada no rosto

Sem mais artigos