Duas mulheres paquistanesas que queriam arranjar o casamento de um parente foram espancadas e obrigadas a andar nuas por seu povoado no centro do Paquistão pela família da jovem noiva, que não via o enlace com bons olhos.

 

Um oficial policial da cidade de Muzaffargarh, Afzal Khan, declarou à “Agência Efe” que as vítimas – a mãe e a tia do noivo – foram agredidas nesta quarta-feira (08) por dois homens da outra família após se apresentarem na casa da jovem.

Após golpeá-las repetidamente, os parentes as levaram aos empurrões ao mercado da área de Liaquatabad, onde tiraram suas roupas e, segundo o canal local “Geo“, gravaram todo o incidente em vídeo com seus telefones celulares.

De acordo com este meio, a família da namorada reprovava que os jovens fossem amigos, algo contrário à estrita moral do subcontinente indiano, onde a honra de uma menina é posta em dúvida pelo simples fato de ter amizade com um homem.

Afzal Khan assegurou que os dois agressores foram detidos e que há uma investigação em curso para determinar se há outras pessoas envolvidas.

As agressões e humilhações deste tipo são relativamente frequentes no Paquistão e na vizinha Índia, especialmente nos assuntos relativos à honra de uma mulher.

Mulheres são obrigadas a andar nuas no Paquistão por proposta de casamento

Sem mais artigos