O nadador francês Philippe Croizon, que tem os braços e as pernas amputadas, conseguiu atravessar nesta quinta-feira (12) o Estreito de Gibraltar, de acordo com seus assistentes.

Croizon, que nadava acompanhado de Arnaud Chassery, saiu da cidade espanhola de Tarifa e demorou cinco horas e 20 minutos para alcançar o litoral marroquino.

Com o mar calmo, ambos chegaram até a praia de Cirès, próxima a Tânger, no Marrocos, após nadar cerca de 16 quilômetros.

Philippe Croizon sofreu um acidente em 1994, quando tinha 26 anos, em que sofreu uma descarga elétrica que, posteriormente, obrigou à amputação de suas quatro extremidades e vários meses de hospitalização e cirurgias.

O nadador já conseguiu atravessar o Canal da Mancha em 18 de setembro de 2010, com 42 anos de idade, fazendo o trajeto em 13 horas e 26 minutos. 

Sem mais artigos