Hoje acontece a 19ª edição da Parada Gay em São Paulo, e alguns transsexuais não se sentem representados pelo tema do evento – “Eu nasci assim, eu cresci assim, vou ser sempre assim, respeitem-me”. Enquanto a discussão fica forte por aqui, que tal voltar ao passado e ver como vivia essa comunidade na França em meados do século XX?

O renomado fotógrafo sueco Christer Strömholm morou na capital da luz entre os anos 50 e 60 e fez amizade com um grupo de transsexuais mulheres. Em imagens íntimas, ele captou o dia-a-dia delas de maneira que alterna momentos posados de glamour, com outros em que baixam a guarda e se mostram de maneira não estereotipada.

Sem mais artigos