O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, anunciou na madrugada desta segunda-feira (2) que Osama Bin Laden, um dos homens mais procurados do mundo, foi capturado e foi morto na noite de domingo.

Segundo Obama, a operação teve fim na semana passada, quando forças armadas norte-americanas descobriram Bin Laden em uma mansão em Ilamadab, no Paquistão.

“Na semana passada determinamos que tínhamos informação suficiente (para realizar um ataque contra Bin Laden). Na noite de hoje (domingo), um pequeno time de soldados americanos levou a cabo a operação. Após um tiroteio, esses soldados mataram Bin Laden e capturaram seu corpo. Nenhum americano foi ferido e houve cuidado para que nenhum civil fosse ferido durante a operação”, anunciou o presidente norte-americano.

O homem mais importante dos EUA também aproveitou para sentenciar a “vitória” norte-americana. “Esta noite, os Estados Unidos lançaram uma mensagem inequívoca: não importa quanto tempo leve, a justiça será feita”, concluiu.

Nascido na Arábia Saudita, em 1957, Bin Laden era acusado de ter sido o idealizador dos ataques ao World Trade Center de Nova Iorque, em 2001. A partir de então, ele passou a ser considerado um dos maiores terrorista do mundo e inimigo número um dos EUA.

Osama Bin Laden é morto no Paquistão

Sem mais artigos