A Otan anunciou nesta quarta-feira que intensificou seus ataques na zona litorânea da Líbia, onde se concentram as forças leais a Muammar Kadafi e onde os rebeldes acham que poderia estar refugiado o ex-líder líbio.

Os aviões da Aliança Atlântica continuaram concentrando seus bombardeios nas cidades de Sirte, Bani Walid e Hun, segundo o comunicado diário da organização sobre as operações da terça-feira anterior.

Ao todo, 36 alvos foram atacados na terça-feira nas três cidades, 19 deles em Sirte, entre eles 12 veículos armados.

A concentração dos ataques aéreos da Aliança Atlântica nessa região do país começou na segunda-feira, segundo anunciado na terça-feira, uma vez que a rebelião concluiu a tomada de Trípoli e da fronteira com Tunísia.

Sem mais artigos