Depois de virar motivo de chacota na internet por causa de sua reação absurda durante uma manifestação pacífica, um policial de Toronto, Canadá, resolveu processar o YouTube por ter publicado seu vídeo.

Durante as manifestações contra a reunião do G20, que aconteceu em Toronto, a ativista Courtney Winkels soltava bolhas de sabão, um símbolo obviamente pacífico e inofensivo. Então, como pode ser visto nesse vídeo, o policial Adam Josephs tem uma reação extrema. A única explicação possível é algum trauma de infância, ele deve ter pedido bolhas de sabão no Natal e ganhou um par de meias.

O vídeo registrado pela agência The Real News fez tanto sucesso que acabou gerando várias sequelas, como uma série de animações, na qual a personagem principal é o Officer Bubbles (Policial-Bolha). Na série, o policial prende desde o Papai Noel, uma professora primária, o presidente Barack Obama e até a própria namorada.

O policial pavio curto não aguentou a humilhação na internet e está processando o YouTube, o perfil que criou os vídeos. Ele também quer o escalpo de mais algumas dezenas de perfis que republicaram as charges depois que as originais foram tiradas do ar, como os perfis MisterOfficeBubbles e ConstableBubbles.

Ele está tentando ganhar U$ 1,2 milhões (cerca de R$ 2 milhões) por prender uma menina – que diga-se de passagem, é uma gatinha – por soltar bolhas de sabão no ar. Essa internet cria cada celebridade…

Mas o vídeo que expressa melhor o sentimento de uma manifestação pacífica é o G20 Lap Dance. Nele os manifestantes gritam para  tropa de choque “You’re sexy, you’re cute… Take-off your riot suit!”, que literalmente significa “Você é sensual, é bonitinho… Tire sua farda rapidinho!”. Ou para usar uma que todo brasileiro sabe o ritmo: “Lindo, tesão, desliga o camburão…”.

Policial-bolha processa o YouTube por charges

Sem mais artigos