Centenas de usuários de redes sociais como Twitter e Facebook se revoltaram contra um programa de TV do Paraguai na tarde da última segunda-feira (09). Durante a transmissão, a atração tentava prestar uma homenagem a três jovens que morreram em um acidente de trânsito. Para isso, pediram que os espectadores enviassem mensagens de texto com as condolências para a família, no entanto, era necessário pagar uma taxa para ter seu texto na tela da TV.

 

O custo do envio das SMS causou indignação em quem assistia ao programa “No somos ángeles” do canal “La Tele“. “Eles encontram formas de lucrar com a morte desses garotos”, disse uma das espectadoras no Twitter. “Este é o pior desrespeito que já vi na minha vida”, comentou outro. 

Uma das estrelas do canal, Oscar Acosta, também expressou sua desaprovação através do serviço de mini blog. “Não sei quem é o responsável por isso, mas concordo totalmente com a desaprovação do fato. Acho repugnante e condenável”, postou. 

Segundo informações da “ABC” do Paraguai, os responsáveis pelo programa reconheceram o gafe e afirmaram tratar de um erro de digitação. O produtor do programa, Álvaro Mora, prometeu retratação ao vivo durante a exibição desta noite. 

Sem mais artigos