Notícia urgente! Um avião acaba de cair na estrada Martin Luther King, em Chicago, nos Estados Unidos.

O helicóptero da “WGN” sobrevoa o local. Motoristas que passam por lá parecem chocados com o acontecido. 

Nos estúdio de TV, os apresentadores do telejornal Larry Potash e Robin Baumgarten interromperam a programação do “Channel 9” assim que souberam da fatalidade. 

 

A dificuldade em obter informações atrapalha o trabalho dos jornalistas.  Mas espera só um minuto… fontes no local informam que não houve acidente algum. E o que o telejornal estava mostrando por quase três minutos era na verdade uma cena do seriado de TV “Chicago Fire”, que tem como tema principal a vida de bombeiros no estado de Illinois. 

 

“Estamos recebendo a informação de que o ocorrido faz parte de uma gravação para a TV”, disse Larry. 

“Tá de brincadeira?”, perguntou Robin. “Eles deveriam falar para os jornalistas o que eles estão fazendo, quando fecham a estrada”, continua. 

Depois da confusão, extremamente chocados e envergonhados, os apresentadores tentaram não deixar a bola cair. O jornalista então disparou: “É para uma série que ninguém assiste na ‘NBC’“, disse. 

As outras emissoras fizeram o mínimo que todo jornalista deve fazer, e checaram a informação com os serviços de emergência, e não deram a falsa notícia. O Departamento dos Bombeiros local avisaram em sua página no Twitter que a história informada pelo “Canal 9” não era real e avisaram que tudo fazia parte de uma cena de uma série de TV. 

O diretor do canal Greg Caputo disse ao jornal  “Chicago Tribune” que eles sempre eram avisados quando ocorriam filmagens de filmes ou series na cidade. Mas o diretor do “Chicago Film Office”, que toma conta dos sets de gravação na cidade, ficou surpreso com a repercusão da cena. Rich Moskal disse que “Chicago Fire” grava quase todos os dias nas ruas da cidade, e não via a diferença desse desastre para os tantos outros que já aconteceram na série, e em outras filmagens.  

De acordo com o site do “Metro News“, o porta-voz dos Bombeiros Larry Langford concordou que a comunicação do departamento não foi eficaz e que vai tentar melhorar o sistema. 

Enquanto isso não acontece, fica a dica: não acredite em tudo o que você vê na TV. 

Sem mais artigos