Dale Rowlinson-Bates, desaparecido noite de Ano Novo em Derbyshire, na Inglaterra, confessou ter passado os últimos dias na cama com uma garota. 

O rapaz de 20 anos movimentou a polícia local em uma busca após ter tido seu sumiço reportado pela família, no primeiro dia de 2013. 

Segundo o tabloide “The Mirror”, o moço falou com a mãe na noite do dia 31 de dezembro do ano passado por meio de uma mensagem no celular. Ele avisara que estaria em uma festa com seus amigos. Depois disso, nenhuma palavra.

Preocupada, a mãe do garoto, Julie Rowlinson, movimentou toda a cidade atrás do paradeiro do filho. Os amigos de Dale informaram para a polícia que o rapaz deixou a festa por volta das 5 da manhã, com uma garota que ele havia conhecido no local. 

O ruivo foi capa do jornal local e uma página no Facebook foi criada para divulgar o sumiço.

Alheio de toda a confusão, ele só se deu conta do estardalhaço causado por seu desaparecimento na quarta-feira, dia 2, quando entrou em contato com o irmão mais velho Kieran, 24 anos, às 16h. 

Dale voltou para casa, constrangido por quase ter matado a mãe de tanta preocupação. “Desculpa, mãe”, disse quando a encontrou. Ele relevou que estava com a garota e não achou que a sua ausência causaria tanto estardalhaço. 

A professora confessou estar muito aliviada pelo retorno do filho. “Pareceu uma eternidade o tempo que ele esteve fora”, e disse que Dale tem se mostrado arrependido pelo o que fez. 

Os amigos de Dale revelam que o rapaz sempre foi um “filhinho da mamãe” e que o fato será lembrado por todos por bastante tempo. Com certeza, o sumiço do moço deve ter sido um pesadelo para a família, mas será motivo de risada de seus conhecidos. 

Sem mais artigos