A Tendinite, inflamação que costumava atacar atletas profissionais, passou a ser muito comum entre garotos e garotas sedentários. Por causa do excesso de tempo gasto no computador, cada vez mais jovens sofrem deste mal. O problema causa dores e até incapacidade de realizar certos movimentos e é causado, geralmente, por esforços prolongados e repetitivos, como o de digitar e mexer no mouse.

Osmar Portilho, 22, trabalha oito horas por dia em frente ao computador e conta: “Comecei a sentir muita dor no antebraço, mas não era nenhum tipo de pancada ou dor muscular, algo meio como uma fisgada. Com o passar do tempo sentia a dor de forma mais crônica e acabei indo ao ortopedista. Era tendinite. Além do tratamento, o médico me indicou manter a postura, com o braço na mesma altura do mouse e do teclado”.

Raul Bolliger Neto, doutor em Ortopedia e Traumatologia pela Universidade de São Paulo (USP), explica que “como o tendão está inflamado, se a pessoa com tendinite fizer uma contração ou estiramento sentirá dor. Em alguns casos a área pode ficar inchada. O tratamento para a síndrome é, geralmente, uma combinação de remédios, imobilização da área e fisioterapia. É importante que o paciente não exerça esforços que sobrecarreguem o tendão inflamado”.

Para prevenir, evite ficar muito tempo no computador. Se não tiver jeito, lembre-se de fazer várias pausas ao longo do dia e, se possível, faça também alguns alongamentos. Alguns pensam que a inflamação traz apenas uma dorzinha, mas se não tratada pode virar caso cirúrgico.

Sem mais artigos