Uma chamativa tartaruga de olhos vermelhos conseguiu fugir de um zoológico do Bronx, em Nova York, ainda que sua velocidade máxima não ultrapasse os 0,26 km/h.

“É muito triste que este animal nativo tenha desaparecido e que o público seja privado da oportunidade de vê-lo”, disse nesta segunda-feira (05) em comunicado a diretora do serviço de guardas-florestais de Nova York, Sarah Aucoin.

LEIA TAMBÉM: Cobra egípcia invade as ruas de Nova York

Veja fotos de animaizinhos que cabem na palma da mão

Da espécie Eastern Box, a tartaruga mede entre 11,4 e 16,5 centímetros de comprimento e se caracteriza pela cor vermelha de seus olhos quando se trata de um macho, como é o caso da recém desaparecida.

Os guardas-florestais ainda não sabem como o animal conseguiu escapar das dependências do Centro Natural de Inwood Hill na quinta-feira, uma misteriosa fuga que chegou às páginas dos jornais para se unir à lista de animais “fujões” de Nova York.

O primeiro deles foi uma cobra venenosa que escapou em março de sua jaula no zoológico do Bronx e manteve em vigília durante vários dias os moradores desse bairro, mas cuja popularidade levou um nova-iorquino a criar uma conta na rede social Twitter na qual supostamente narrava os passeios do animal por Nova York.

A tartaruga Eastern Box também já tem sua própria conta nessa rede social, mas por enquanto conta com apenas 50 seguidores, longe dos mais de 200 mil que conseguiu em questão de dias a cobra do Bronx.

Além disso, a admiração despertada em agosto por um peru real que escapou do pequeno zoológico do Central Park motivou duas pessoas a criarem diferentes contas no Twitter para a ave, que se instalou durante horas na estante de um luxuoso edifício da Quinta Avenida.

Sem mais artigos