Parte do trem de pouso de avião que bateu nas Torres Gêmeas, em Manhattan, Nova York (EUA), no dia 11 de setembro de 2001, é encontrada presa em um pequeno beco entre um condomínio de luxo e um centro islâmico, há menos de três quarteirões do Marco Zero (local onde ficavam as Torres) – mais de 11 anos após os ataques.

A polícia diz que a peça de 1,5 m é parte do trem de pouso de um dos aviões envolvidos nos ataques às Torres Gêmeas. O pedaço foi encontrado nesta quarta-feira (24) em um pequeno vão a poucos quarteirões do Marco Zero. A área está sendo tratada como cena de crime, pelo menos até a próxima semana. O comissário de polícia Raymond Kelly disse, em coletiva de imprensa, que o equipamento tinha uma corda enrolada em volta dele, o que parece ser um grande mistério.

É possível ver a identificação da Boeing na peça encontrada, assinalou ainda o comissário ao “Mail Online“. Como os dois aviões que se chocaram contra as torres eram dessa fabricante, ainda não é possível saber a qual avião o destroço pertencia.

A localização da descoberta chama a atenção pois lá fica o Centro Cultural Islâmico que despertou controvérsia e meses de protestos, há dois anos, quando houve a ideia, já descartada, de transformá-lo em uma mesquita.

Veja o vídeo feito pelo “Daily Mail”:

 

Sem mais artigos