Depois de entornar todas em um hotel de Sharm-el-Sheikh, no Egito, Dragan Stevic pulou no mar e acertou a cabeça de um tubarão. O peixão morreu na hora com traumatismo craniano, acabando assim com uma onda de ataques que tinha feito cinco vítimas, uma delas fatal.

As informações acima são do site sérvio Njuz, foram “confirmadas’ pelo Macedonian International News Agency (MINA) e pelo New York Post, e já estão circulando na internet desde o dia 16 com muito ânimo. Mas os estraga prazeres já entraram em ação para anunciar que tudo não passa de um hoax, um boato de internet.

O Daily Mail reporta que a fotografia usada na nota é de um tubarão-elefante, que não pode ter aterrorizado nenhum resort de turistas porque ele se alimenta apenas de plânctons.

A foto, inclusive, é propriedade do site Carolinabeachtoday.com, e foi tirada nos Estados Unidos em algum momento do ano passado.

Mas uma parte parece ser real nessa pegadinha, de fato o resort egípcio sofre com o ataque de tubarões. No começo de dezembro um tubarão arrancou o braço de uma turista alemã idosa, matando-a quase imediatamente e provocando a interdição das praias.

Antes disso três turistas russos e um ucraniano foram atacados no mesmo local. Dúzias de empresas de turismo cancelaram mergulhos e outras atividades marinhas e o governo chegou a lançar um comunicado de segurança para britânicos em férias.

O governo egípcio já contratou três especialistas para descobrir os motivos da onda de mordidas.

Enquanto isso a galera que caiu na pegadinha aguarda a recuperação de Dragan Stevic, que está de ressaca tratando de um tornozelo torcido, resultado do impacto com a cabeça do peixe assassino…

Sem mais artigos