Uma dona bastante dedicada de Bristol, na Inglaterra, levou seu peixinho ao veterinário ao perceber um caroço na área da barriga do pet.

A equipe da Highscoft Rabbit, Small Mammal & Exotic Vets, acostumada a atender animais exóticos como iguanas e cobras, não hesitou em aceitar o desafio e levou o peixe, com menos de 1 grama, à mesa de cirurgia ao perceber um tumor.

De acordo com o jornal Metro UK, o procedimento de emergência demorou cerca de 40 minutos. Os veterinários precisaram introduzir um cateter na boca do peixe e o mergulharam em anestesia para retirar a massa.

“Definitivamente, este foi o menor animal que vimos por aqui. Ele mal constava em nossas escalas”, afirmou a veterinária especializada em animais exóticos, Sonya Miles.

A operação é feita em uma mesa de cirurgia normal. “O peixe é mantido úmido, por isso há uma poça de água em volta dele, colocamos um cateter e molhamos suas guelras com diferentes doses de anestésico”, explica Miles. O local operado é então protegido com um gel a prova d’água.

O peixinho se recuperou dentro de um aquário com “água fresca sem cloro e na temperatura ideal, para garantir uma recuperação suave”. O pet recebeu alta no mesmo dia.

Sem mais artigos