O cão Charlie é muito mais que um animal de estimação para uma família irlandesa, do condado de Clare. Ele é o “protetor” da filhinha de 3 anos, Brianna Lynch, pois ajudar a prever suas crises de eplipsia e ainda avisa as pessoas da família.

A menina sofre de epilepsia e experimenta crises frequentes, segundo o jornal “Irish Times”. “Ela é uma criança muito complexa. Ela, às vezes, se esquece de respirar e, em seguida, entra em convulsão”, explicou a mãe de Brianna, Arabella Scanlan.

A família passa 24hrs por dia cuidando da filhinha, mas nem sempre é possível prevenir os ataques. E justamente aí que surge Charlie, que com seus sentidos aguçados consegue prever, segundo o “Irish Examiner”, as crises da criança com quase 20 minutos de antecedência. E, segundo o Huffington Post, o animal chega ainda a segurá-la contra a parede, para ela não cair, até que alguém chegue.

“Charlie é tão sensível. Nós sabemos que, quando ele está agindo de forma estranha, ela vai ter uma convulsão”, disse a mãe.

“Ela já passou por 8 médicos diferentes e agora é provável que vá passar por uma cirurgia no cérebro”, explicou a mãe. 

Sem mais artigos