A Graham Holdings, ex-controladora do “The Washington Post”, chegou a um acordo para vender a histórica sede do jornal para a Carr Properties por US$ 159 milhões, informou nesta quarta-feira (27) a própria publicação.

O jornal, agora propriedade do fundador da Amazon, Jeffrey Bezos, continuará alugando um espaço no edifício até que consiga uma nova localização para sua sede, uma procura que começou antes da compra realizada por Bezos.

As operações editoriais e de negócios do “Post” continuam no edifício, que fica nos arredores da Casa Branca na capital americana.

Até 1999, o jornal também tinha sua tiragem impressa no próprio edifício, mas, depois que o seu público leitor começou a se mudar para os subúrbios nos anos 1970 e 1980, o “Post” inaugurou um parque gráfico em Springfield e, em seguida, em College Park e deixou de imprimir em sua sede.

Tanto a Graham Holdings como a Carr Properties esperam que a operação seja concluída no final de março de 2014.

Em agosto deste ano, a companhia decidiu vender o jornal para Bezos por US$ 250 milhões.

Naquela mesma semana, a empresa editora do “New York Times” anunciou a venda do jornal “Boston Globe” para John W. Henry, dono da equipe de beisebol Boston Red Sox.

Sem mais artigos