Na última segunda-feira, a empresária Alice Ferraz virou assunto no Twitter e entrou para o trending topics brasileiro por conta de uma polêmica em torno de seu site de compras F*Hits Shops que só aceitaria cadastrar clientes com manequim menor que 46. Depois de uma avalanche de críticas nas mídias sociais que envolveu até a cantora Preta Gil, o site retirou do cadastro o item que solicitava a numeração do manequim das candidatas a cliente.

Desde segunda-feira, os internautas vinham usando a hashtag #46naoentra para protestar contra o que consideram um preconceito contra as mulheres mais gordinhas. Preta Gil e personalidades da rede como Hugo Gloss comentaram sobre o assunto. “Sou uma mulher feliz e realizada vestindo 44 e algumas vezes 46, como eu sempre digo: gordura não mede CARÁTER. Temos o direito como mulheres consumidoras e lindas de entrar em qualquer loja e comprar!”, escreveu a cantora, lançando a nova hashtag “46 é luxo”.  

Virgula Lifestyle procurou a empresária Alice Ferraz na tarde desta quarta-feira para ouvir sua versão sobre a alteração do cadastro após os protestos e não obteve resposta. 

Após polêmica, e-commerce de Alice Ferraz não exige mais tamanho de manequim em cadastro

Sem mais artigos