O coturno pode até ser esquecido por algum tempo no guarda-roupa de muitas fashinistas, mas o calçado de formato “agressivo” e ideal para mulheres de atitude sempre volta com tudo no mundo da moda.

Pouca gente sabe, mas o coturno surgiu no começo do século passado e foi criado especialmente para soldados. Tanto é que, em inglês, coturno é conhecido como “combat boots” (em tradução livre, botas de combate).

Bem diferente de hoje em dia, os coturnos eram tão desconfortáveis em tempos de guerra que não tinham nem aos menos distinção entre pé direito e pé esquerdo, os soldados precisavam ir se adaptando ao calçado devagarinho.

Mas aos poucos, o que era apenas um acessório de combate, tornou-se algo fashion durante o surgimento do movimento punk, no final da década de 70. Por serem de classe trabalhadora e sem muito dinheiro para investir em roupas e acessórios, os punks optavam por peças improváveis e que demostrassem rebeldia.

O estilo punk pedia camisetas surradas, calças rasgadas, jaquetas com tachas e é claro, coturnos bem desgastados. Bandas como The Clash, Ramones e Sex Pistols foram grandes referências de estilo na época.

Após todas essas transições, o coturno finalmente pode ser visto atualmente como um acessório além de masculino, feminino e que se encaixa em todas as tribos. Tanto é que ao longo do tempo surgiu um leque de opções para o calçado, com modelos que vão desde os estampados e lisos, até os coloridos e tradicionais.

Além disso, o que impressiona é que mais de vinte anos depois de terem sido usados pela primeira vez na moda, os coturnos ainda são considerados jovens, desafiadores e com um gostinho de rebeldia.

Confira na galeria acima algumas celebridades que já adotaram ao estilo e alguns modelos brasileiros de coturnos para se inspirar!    

Sem mais artigos