Uma estilista de Nova York abriu um processo contra Yoko Ono, viúva do ex-Beatle John Lennon, sob a acusação de ter plagiado suas criações ao lançar uma coleção no final do último ano, informou nesta segunda-feira o jornal “New York Post”.

Haleh Nematzadeh, proprietária da marca Smashing Starlets, afirma que a coleção “Fashions for Men”, que Yoko apresentou no último mês de novembro para a grife “Opening Ceremony”, é uma clara cópia da “Gonna Walk The Night”, a linha lançada anteriormente pela estilista nova-iorquina.

“Copiaram-me tudo sem nenhuma vergonha. Roubaram-me descaradamente”, declarou a estilista de Brooklyn, que apresentou sua queixa na última sexta-feira em um tribunal federal desse bairro nova-iorquino.

Haleh alega que se reuniu com fotógrafos da Opening Ceremony em julho de 2012 para que incluísse nos catálogos da grife imagens de sua coleção “Gonna Walk The Night”, na qual adorna as peças com desenhos de mãos sobre os peitos e coxas.

No entanto, a estilista afirma que, ao invés de incluir sua coleção de roupa em seus catálogos, a Opening Ceremony apresentou esses desenhos sem sua autorização à equipe de Yoko, que, por sua vez, alterou ligeiramente as peças para transformá-las em uma linha de roupa masculina.

Quando Yoko lançou a “Fashions For Men” no último ano, o que supôs sua entrada no mundo da moda, ela mesma assegurou que os desenhos estavam baseados em uma série de desenhos que Lennon a presenteou em 1969, os quais eram inspirados em seu “corpo sexy” e foram editados em um livro.

Segundo o advogado do desenhista, Aymen Aboushi, as grandes companhias costumam copiar peças de pequenos estilistas “a todo tempo, mas o que não costuma ver são esses artistas tentando lutar por seus direitos”. 

Sem mais artigos