A célebre dupla de designers holandeses Viktor & Rolf recebeu um duvidoso reconhecimento com o título “Domb Bontjes” (Tolos que vestem peles) dado todos os anos pela ONG de defesa dos direitos dos animais Bont Voor Dieren (Pele para Animais), publicou na última segunda-feira (6) o jornal holandês The Telegraaf.

Cerca de 40% dos votos dos mais de 17 mil foram para a dupla criativa formada desde 1993 por Viktor Horsting e Rolf Snoeren.

Bont Voor Dieren acusa os estilistas de terem utilizado peles de raposa e vison vindas da Escandinávia em suas últimas coleções, acusação pela qual a grife não quis fazer nenhum comentário.

Ano passado a organização deu o “prêmio” à rainha Máxima da Holanda, quem, segundo a diretora da Bont Voor Dieren, Nicola Van Gemert, “não voltou a se vestir com peles” desde então.


Também foram lembrados pelo grupo de defesa dos animais a princesa Beatrix, dos Países Baixos e a apresentadora e modelo holandesa Sylvie Meis

Estilistas Viktor & Rolf recebem prêmio crítico de ONG por causa do uso de peles

Sem mais artigos