yana

Caipirinha, samba e Carnaval? Nada disso. A modelo russa Yana Trufanova, que mora no Brasil há três meses, gosta mesmo é de abacaxi na brasa, carne seca e água de coco. “Água de coco é minha bebida preferida. Posso tomar umas 10 por dia”, contou ao Virgula em bom português enquanto se arrumava para um entre os quase 20 desfiles que participou nesta edição do São Paulo Fashion Week.

yana

Quanto ao samba e a outras músicas brasileiras, Yana ainda não se decidiu. Isso porque o casal com quem ela e o namorado dividem a casa apresentou aqueles clássicos sucessos de axé dos anos 90, lembra? “Fizeram eu escutar É o Tchan e fiquei em choque! Eles colocaram a “garrafa”, começaram a dançar e falei: “meu deus, o que vocês estão fazendo?”, comentou envergonhada. E, completou: “vocês estão acostumados, mas acho que é meio forte para as crianças. Na Rússia temos música clássica e que falam de amor”.

Apesar do susto musical, Yana já está tão habituada com o Brasil que, no meio de tantas modelos com belezas parecidas, é até difícil notar que ela veio de tão longe. A russa manda tão bem falando a nossa língua que até o sotaque passa meio batido se não prestar atenção.

E como ela aprendeu? Com o namorado, o modelo brasileiro Danilo Cesar Gallo. Eles se conheceram na Tailândia há dois anos. No início, conversavam em inglês. Agora, só português. “Começamos aos poucos a falar algumas palavras e aprendi rápido. Ele entende quando converso em russo, mas não sabe falar”, contou.

Antes desta temporada de trabalho por aqui – ela ainda fica mais alguns meses em São Paulo antes de embarcar para Nova York -, a modelo já tinha vindo a passeio. Neste intervalo, disse que aprendeu a gostar ainda mais desse lado tropical do mundo. “Sempre ouvi dizer que aqui era o lugar da energia boa, então tinha que vir conhecer. Vocês estão sempre sorrindo. Na Rússia, somos mais sérios e fechados”.

Outro elogio é sobre como os agentes e assessores brasileiros tratam os modelos. Enquanto na Europa, ela precisa se virar em transporte público para ir de um desfile ao outro, no SPFW tem sempre alguém por perto cuidando de tudo.

 

Sem mais artigos