Se você, aos 45 do segundo tempo do início do carnaval, ainda está sem fantasia (e sem muita grana) para a folia esta matéria veio para te salvar. O  Virgula Lifestyle convidou o cabeleireiro e maquiador (e cigano de alma e coração) Denny Azevedo, do Salão Wig, para ser nosso consultor criativo no desafio de montar duas fantasias com até R$ 100!

Denny sugeriu dois personagens clássicos do carnaval: uma marinheira com inspiração pin-up e uma cigana cheia de mistério. E qual seria o melhor lugar para essa missão de compras carnavalescas em São Paulo? Não conseguimos pensar em nenhum outro além da rua 25 de março, considerada o maior centro comercial da América Latina. 

Uma vez lá, é preciso ter disposição na procura e olhar atento para encontrar as peças em meio a um mar de opções e preços variados. Para você ter uma ideia, nosso primeiro pit stop foi numa banquinha de camelô e encontramos o primeiro power adereço para uma das fantasias.

Depois fomos para a Ladeira Porto Geral, que é um dos melhores lugares na 25 para esse tipo de coisa. É lá que ficam as principais lojas de fantasias, adereços e festas temáticas e, é por lá também, que estão as lojas de acessórios e balangandãs que levam qualquer mulher ao delírio e perdição.

 

 

Compras feitas e eu não me aguentava de ansiedade para poder começar logo a montação. Foi aí que o Denny começou a operar a magya das fantasias e seus respectivos makes-maravilha! Veja abaixo as dicas do mestre:

Marinheira

“O look navy é uma ótima saída para quem vai pular carnaval em cidades ou lugares com praia ou piscina. Todo mundo tem um short jeans e uma camiseta branca básica ou uma camisa listrada de branco e azul. É a base perfeita para a fantasia. Na 25 de março achamos uma versão bem feminina e leve do kep de marinheiro (R$ 20). Foi a única coisa que precisamos comprar para o look. Nos pés, nada melhor e mais confortável do que o bom e velho tênis”, explica Denny.

Beleza em alto-mar

“O make foi inspirado nas pin-ups: o qual o foco são os olhos e a boca, que destaquei com um delineador retrô e batom vermelho. Para dar um charme, desenhei com um pincel (com o mesmo delineador) uma mini-âncora na bochecha esqueda, logo abaixo do olho. No cabelo, optei pela ‘franja rolinho” (que é bem menos complicada de fazer do que parece) e um rabo de cavalo. E está pronta a nossa marinheira”.

Cigana

“É só vasculhar o armário atrás de alguma blusa com babados ou até de um top de biquini, uma saia rodada (curta ou longa), um xale. Para essa caracterização os acessórios são mais do que essenciais, eles são o espírito da coisa toda”.

“Uma cigana que se preze tem que enfeitar a cabeça, nem que seja com um lenço. Compramos um adereço maravilhoso para esta região. Escolhemos também várias bijus incríveis como um bracelete em forma de cobrapulseiras e vários aneis. Quanto mais deles, melhor! Também garimpamos um lenço repleto de moedinhas que fica ótimo quando amarrado no quadril”.

 

Beleza misteriosa

“Para esta cigana pensei numa proposta mais misteriosa de make. Um olho com contorno preto e sombra beringela na pálpebra. Com a mesma sombra ou com um blush, você pode esfumar a região das têmporas e bochechas. Com o delineador, desenhe arabescos nas laterais do rosto. Já o cabelo, quanto mais bagunçado, melhor. Usei babyliss para criar cachos e ampliar o volume. Finalizei com spray antes de colocar o adereço de cabeça”, finaliza.

 

Beijo no ombro e bom carnaval!

 

 

 

 

Sem mais artigos