O fotógrafo de moda Tyler Shields pediu desculpas por qualquer incômodo que ele possa ter causado pela liberação das fotos da atriz de Glee, Heather Morris. Para compensar isso, Shields se comprometeu a arrecadar dinheiro para ajudar a combater a violência doméstica.

Shields disse ao TMZ que não era sua intenção glamourizar a violência contra as mulheres – e para provar isso ele vai vender as fotos e doar os lucros para uma instituição de combate à violência doméstica. 

As polêmicas fotos retratam Morris como uma dona de casa da década de 50 com nítidas marcas de violência. A venda das fotos vai começar em torno de US $ 100.000. E Shields diz: “Cada centavo desse dinheiro irá para lutar contra as forças que colocam tantas mulheres em uma situação tão lamentável”.

Mas Shields não é a única pessoa que tem sido acusado de usar a violência doméstica como um motivo estilístico. Já falamos sobre um salão de beleza canadense chamada Fluid que usou a imagem de uma mulher espancada para fazer propaganda de seus serviços de beleza. Infelizmente os envolvidos no anúncio do salão não acharam que precisavam se desculpar.

Fotógrafo pede desculpas pelas fotos que glamourizam a violência doméstica

Sem mais artigos