Gisele Bündchen é muito mais que uma modelo ou referência das passarelas, a top é praticamente uma empresa, tem inclusive um índice com seu nome na bolsa de valores. E se você tem dúvida sobre a força da moça no mercado de ações, saiba que os resultados já foram tão surpreendentes que deixaram o Dow Jones a ver navios. Sim, Gisele Bündchen ultrapassou o índice Dow Jones.

Criado em 2007, pelo analista Fred Fuld, que mantém o blog Stockerblog, o “Gisele Index” (índice da top) foi construído com base no desempenho das empresas que pagam para tê-la como garota propaganda.

Desde o início do acompanhamento (em janeiro de 2007), enquanto o  índice Gisele disparou 41%, o benchmark do mercado americano – que acompanha as 30 mais importantes ações nos EUA – apresentou uma desvalorização de 4%. E ao que tudo indica, a diferença poderia ser ainda maior, se a Apple ainda fizesse parte da clientela de Gisele. Para quem não lembra, ela participou dos anúncios “Get a Mac” para promover uma nova linha do Macintosh.

As empresas que fazem parte do índice Gisele são: Volkswagen, Polo Ralph Lauren Corp, Vivo Participações, News Corp., Procter & Gamble e Disney. Então já sabe? Investir nas ações das empresas associadas à top brasileira é um bom negócio.
Não é atoa que ela sempre aparece na lista das modelos mais bem pagas do mundo no ranking da Forbes.

As informações são do Fashion Telegraph.


Gisele Bündchen está mais poderosa que o índice Dow Jones

Sem mais artigos