Uma doença cardíaca não diagnosticada que levou a um edema pulmonar é a causa da morte do modelo Tales Cotta. Ele desmaiou durante desfile na passarela do São Paulo Fashion Week, no último dia 27 de abril.

O laudo concluiu ainda que não havia presença de álcool ou drogas no corpo do modelo de 25 anos.

“Descartada a hipótese de intoxicação exógena aguda (vide resultado do exame toxicológico acima) e que a causa da morte não pode ser estabelecida, esta, provavelmente ocorreu devido a um edema agudo pulmonar secundário a uma cardiopatia prévia não diagnosticada”, explica o documento.

Tales teve um mau súbito e uma convulsão após cair na passarela. Ele foi socorrido pelos bombeiros do evento, mas não resistiu.

Sem mais artigos