Amanda Seyfried abriu o coração em entrevista à nova edição da revista “Elle” britânica para falar que se sente pressionada a ter um corpo dentro dos padrões de beleza de Hollywood.

“Estaria mentindo se dissesse que não me preocupo constantemente com isso. Mas sei que não tenho que parecer uma supermodelo. Emocionalmente, preciso de açúcar na minha vida. Também gosto de vinho e de café”, conta.

A estrela, que atualmente namora o ator Justin Long, também falou sobre o transtorno obsessivo-compulsivo e o distúrbio psiquiátrico que sofre desde de crinça.

“Tenho a minha ansiedade e o meu TOC, muita gente também tem. Se você tem medo disso, tem medo da sua mente”, disse.

“Sinto pena da minha versão mais jovem, porque achei que estava ficando doida. De onde este medo vinha? “, completou.

Sem mais artigos