Rolou um protesto de ativistas na loja da Topshop que fica em OxFord Circus, em Londres, neste último fim de semana. O grupo, intitulado Uk Uncut – que já teve como alvo as empresas HSBC e Vodafone -, reivindicava que o local fosse fechado, devido a irregularidade no pagamento de impostos.

Eles garantem que Sir Philip Green, o dono da Topshop, sonega e desvia o dinheiro para Mônaco. O fechamento da loja foi concretizado, mas durou apenas uma hora, até que a policia chegou e conteve os militantes.

Além desse, outros protestos aconteceram nas unidades da marca pela Inglaterra. Sir Philip se defendeu, dizendo que paga todos os impostos da empresa, e que aqueles referentes à sua pessoa física são pagos em Mônaco já que ele e a família moram lá. Será que o dono vai fazer companhia para Domenico Dolce e Stefano Gabbana no tribunal?

Sem mais artigos