Lady Gaga impactou os fãs nesta sexta-feira (18) ao lançar o clipe de “911”, uma produção “extremamente pessoal” sobre saúde mental, que retrata sua experiência tomando “medicação antipsicótica”. Segundo a Mother Monster, o clipe mostra como realidade e sonhos podem se misturar.

O vídeo é repleto de simbolismo, alegorias, e desafia o público a desvendar essas várias mensagens “escondidas”. É preciso assisti-lo mais de uma vez para pegar todos os detalhes da trama.

Gaga explicou no Instagram, nesta sexta-feira (18), que há anos não sentia sua criatividade tão viva a ponto de criar algo como “911”.  “Este curta é extremamente pessoal mim, minha experiência com saúde mental e o jeito que realidade e sonhos podem se interconectar para formar heróis dentro de nós e a nossa volta”, escreveu na legenda.

O vídeo termina de forma surpreendente, conectando-se com vários elementos da primeira parte.

Em entrevista dada à Apple Musica, em Maio, a artista explicou que “911” é sobre sua vivência tomando remédio antipsicótico: “nem sempre posso controlar as coisas que meu cérebro faz. Eu sei disso e tenho que tomar remédio para parar esse processo.”

Gaga finaliza seu post agradecendo aos little monsters, como são chamados seus fãs. “Estou ciente agora, posso enxergar vocês, posso sentir vocês, obrigada por acreditarem em mim quando eu estava com muito medo. Algo que antes eram todos os dias da minha vida real, agora está em um filme, uma história verídica que agora é passado, e não o presente. É a poesia da dor”.

Assista ao clipe de “911”, dirigido por Tarsem Singh.

Sem mais artigos