Junior Bradshaw e Kevin Liverpool, acusados de tentar assassinar a cantora Joss Stone, planejavam “encontrar um rio para despejar seu corpo” e se livrar de qualquer evidência.

De acordo com o semanário NME, foram encontrados vários bilhetes trocados entre os dois, com instruções detalhadas sobre como se livrar do corpo após o crime e confirmando a intenção de “roubar todo o dinheiro do cofre”.

Entre os pertences de Bradshaw e Liverpool, foram encontrados facas, luvas, um martelo e até mesmo uma espada de samurai.

LEIA MAIS: Presos homens suspeitos de planejar assassinato de Joss Stone

Mick Jagger pode formar grupo com Damian Marley e Joss Stone

Os dois estavam perto da fazenda no interior da Inglaterra onde mora a cantora. Segundo a polícia, eles estavam “equipados para roubar”. Aparentemente, além das espadas e do saco para colocar um corpo, foram encontradas uma corda, mapas e fotos aéres da fazenda de Joss Stone.

A dupla foi presa na última terça-feira (14), quando vizinhos ligaram para a polícia desconfiados pela movimentação atípica dos criminosos. Ambos ficarão em regime de prisão preventiva até a próxima audência, marcada para 1º de julho.

Sem mais artigos