Após Iggy Azalea ter negado veementemente pelo Twitter a possibilidade de aparecer em uma sex tape. Na sexta (12), a equipe legal da rapper australiana admitiu que realmente o vídeo pode existir e que haveria o risco de ela ser menor quando o material foi gravado, ameaçando entrar com processos judiciais, caso o vídeo vaze. A informação foi publicada pelo site Idolator. Esta semana, a imprensa noticiou que a Vivid Entertainment estaria comprando o material.

Hefe Wine, ex-namorado da nova diva rap, confirmou que o vídeo pode ser real e que espera receber pela “atuação”, o que gerou conjecturas de que trata-se de um caso de “vídeo de vingança”. Ele disse que o registro estava em seu computador que foi roubado.

O ex negou, no entanto, que Iggy fosse menor na ocasião da gravação e disse que ela teria 18 anos na época. A cantora de Fancy e Problem, dois dos maiores hits do ano, agora tem 24 anos. A rapper é conhecida por suas posturas feministas, que frequentemente denunciam os vídeos de vingança por ofenderem as mulheres de forma baixa.

Atualmente, Iggy namora o jogador de basquete Nick Young. Paris Hilton e Kim Kardashian estão entre as celebridades que já apareceram em sex tapes.

 

Sem mais artigos