Pete Doherty, vocalista da banda The Libertines, falou pela primeira vez sobre a morte de Amy Winehouse. O músico era amigo íntimo de Winehouse, a cantora foi encontrada morta no último dia 23, em Londres.

LEIA MAIS: Pete Doherty, vocalista do The Libertines, deixa prisão e marca show de retorno

Artistas prestam homenagem à Amy Winehouse cantando

“Estou tendo muitos problemas com essa merda toda. Fiquei completamente perplexo com o que aconteceu à Amy. Estava na cama quando soube da notícia, tiveram que me acordar. Não consegui acreditar na hora e ainda não consigo. Aceitar o que aconteceu é quase impossível. É difícil pensar que ela já não está entre nós”, disse o cantor em entrevista à revista People.

Doherty é famoso não só por seu talento, mas também pelo uso abusivo de drogas. O britânico deixou a cadeia recentemente, após cumprir pena de seis meses por porte de cocaína. O músico também é investigado pela morte de Robyn Whitehead, que caiu da sacada de uma casa durante uma festa horas depois de ter tido uma discussão com Doherty.

Sem mais artigos