Há exatos 20 anos, em 12 de maio de 1994, chegava às lojas Raimundos, disco homônimo de estreia da banda brasiliense Raimundos. No disco, clássicos que marcaram o rock nacional produzindo na década de 90 como Puteiro em João Pessoa, Palhas do Coqueiro e Selim. O álbum, lançado pelo selo Banguela Records, da banda paulista Titãs, com a produção assinada por Eduardo Miranda, vendeu mais de 100 mil cópias.

A sonoridade pesada, com letras debochadas e cheias de duplo sentido, colocou a banda na crista da onda e foi o cartão de visitas para um trabalho coerente, mas cheio de altos e baixos. Na época, formado por Rodolfo, Fred, Canisso e Digão o grupo era figurinha tarimbada na televisão, presença garantida em grandes festivais – como o Hollywood Rock e o Monsters of Rock, ambos de 1996. Nos primeiros sete anos de carreira, os Raimundos emplacaram dezenas de hits e venderam mais de três milhões de álbuns com Lavô Tá Novo (1995), Cesta Básica (1996), Lapadas do Povo (1997) e Só no Forévis (1999).

Em 2001, quando a banda estava no auge da fama, o vocalista Rodolfo, que ao lado de Digão deu vida aos Raimundos, decidiu investir em outros projetos e abandonou o grupo. A banda continuou sem o vocalista e lançou três álbuns – Éramos 4 (2001) e Kavookavala (2002), mas nem de longe conseguiu a mesma repercussão.

Doze anos após a saída de Rodolfo, os Raimundos seguem na estrada. Da primeira formação restaram Digão e o baixista Canisso, que agora são acompanhados pelo guitarrista Marquim e o baterista Caio. No começo de 2014, o grupo lançou o (excelente) álbum Cantigas de Roda, com produção de Billy Graziadei, do Biohazard, e 100% financiado pelos fãs.

Após um período de baixa criatividade, os Raimundos voltaram com tudo. A versatilidade de Digão como compositor está evidente ao longo do álbum e o frontman apresenta vocais seguros e afiados. Marquim traz novos elementos para o processo criativo e os riffs poderosos marcam o CD. O baixo poderoso de Canisso resgata a sonoridade original e as baquetas de Caio mantêm o peso, outra marca registrada da banda.

Para comemorar a data e relembrar a engraçada história de um pré-adolescente levado pelos primos para perder a virgindade, o Virgula Música listou para você as 20 letras mais engraçadas dos Raimundos. Clique na galeria acima e divirta-se!

Sem mais artigos