Inspirada por seu novo álbum Eterna Alegria e pela
autobiografia que pretende escrever, Alcione relembrou um pouco de sua infância
no Maranhão durante coletiva de imprensa realizada ontem no Vivo Rio. Muito
moleca, as pessoas achavam que ela fosse homossexual.

“Fui muito feliz quando criança. Brinquei muito de bola de
gude, sei empinar pipa muito bem. Só não sou um rapazinho porque sempre gostei
de bofe, mas achavam que a Alcione era sapata. Ainda mais falando grosso e
tocando trompete”, brincou Marrom.

Com 40 anos de carreira, Alcione pretende abordar suas lutas
e vitórias no projeto do livro. Já o novo disco de inéditas, que será lançado
oficialmente na próxima semana, terá canções lentas e românticas, mas, dessa
vez, privilegia o pagode e sambas mais animados.

Confira abaixo um trecho do primeiro single, Eterna Alegria.

Sem mais artigos