Soundwave Festival Sydney

O Faith No More é o assunto do momento. A banda está lançando um novo álbum após 18 anos e agendou uma super turnê pelo Japão, EUA e Europa (veja aqui). Mas quem merece os parabéns hoje é o seu vocalista, Mike Patton, que completa 47 anos!

Além de possuir uma voz potente e versátil, Mike tem dezenas de bandas fora do FNM: Tomahawk, Mr. Bungle. Pepping Tom, Fantômas, Lovage, Mondo Cane, etc e etc. Ele também já cantou com Björk, Max Cavalera, Norah Jones, Bebel Gilberto, Massive Attack, John Zorn e mais uma porrada de gente importante. Quem conhece a carreira do cara, sabe que ele é completamente louco, no sentido criativo da palavra, claro! Por isso que amamos tanto qualquer coisa que ele produz. Patton é tiro certeiro, não dá bola fora. E ainda é um partidão!

Para celebrar essa data tão especial, compilamos alguns fatos que comprovam por quê as loucuras de Patton tornam ele um dos mais fodões do rock, e da música também. Se liga nas paradas muito doidas que ele faz:

1 – Voo na bateria

Em um show na Austria, em 2010, Patton simplesmente subiu nos amplificadores de guitarra e deu um mortal na bateria, com direito à pezada na cara do baterista Mike Bordin (coitado!). Se liguem no vídeo que é SENSACIONAL:

2 – Acreditem, ele criou o vídeo mais bizarro do mundo

Fã que é fã do Faith No More conhece o Video Macumba, uma compilação de cenas bizarras escolhidas por Patton. São pessoas beijando a bunda de um animal que acabou de defecar, outras furando bochechas e línguas, e até um ritual de missa negra tem lá. Historinha: quando veio ao Brasil com o FNM em 1991, o vocalista conheceu o João Gordo, do Ratos de Porão, e Max Cavalera, do Sepultura, e os presenteou com o tal cassete. Na época foi divulgado que o Gordo ficou impressionado. Imagina o ‘nipe’ da parada?

tumblr_m838veCJmL1rti4kro1_500

3 – Inspirou todas essas bandas que se vestem de palhaço

Ok, o Kiss e os Secos e Molhados já existiam, se pintavam e usavam fantasias. Mas sabe as bandas tipo Slipknot, Mudvayne, e outras que se vestem de monstros, palhaços e pintam  a cara? Noventa e nove por cento delas são influenciadas pelo Mr. Bungle, a primeira banda de Patton. Se liga no vestimento dos rapazes lá em 1991:

tumblr_n0mpdawQ551s0jya9o1_500

4 – Fez o melhor disco de sexo do mundo

Uma coisa é fazer sexo; outra é fazer ouvindo o álbum Music To Make Love To Your Old Lady By, do Lovage, banda formada por Patton com Jennifer Charles, da banda Elysian Fields, e integrantes do Gorillaz. Sente o clima:

5 – Canta na língua que der na telha

O cara fala praticamente todas línguas. É só ele querer! Tem um álbum cantando em italiano, o Mondo Cane (2010), já cantou I Started A Joke, do Bee Gees, inteirinha em castelhano, e o Faith No More possui uma música com título e letra em português, Caralho Voador, com os versos: “Eu não posso dirigir/ E agora aparece/ Meu dedo enterrado/ No meu nariz”.

6 – Já fez um álbum inteiro usando apenas a própria voz

Em seu álbum solo, Adult Theme For Voice (1996), Patton não contou com nenhum músico além de sua própria voz e alguns beats eletrônicos. Acreditem, é a coisa mais louca que você pode ouvir!

7 – Mijou na cabeça de um segurança

Existem histórias como aquela que Patton tirou a calça em um show do FNM, deitou no chão e mijou na própria barriga. Mas nenhuma foi tão longe quanto a de um show do Tomahawk, em Londres. Durante a apresentação, o vocalista tirou o pênis pra fora e fez xixi na cabeça de um segurança que o irritava! Porém, nos bastidores Patton revelou que era um membro sexual de borracha que jorrava água. Mente insana? Que nada!

10956009_10205259858553513_421108429_n

 8 – Ele ama cachaça!!

Durante o show do Tomahawk, no Lollapalooza Brasil, em 2013, Patton falou que o baterista John Stanier gosta de cerveja. “Eu, não! Sou cachaceiro!”, disse ele. Tem como não amar?

600full-mike-patton

 9 – E ainda sai às ruas para manifestar!

76297_492899326102_352976_n

Parabéns, Mike! Seu crazy!!

 

Sem mais artigos