john-lennon

Hoje não é um dia para se comemorar. Há 34 anos atrás era assassinado John Lennon , o eterno beatle que estará sempre em nossos corações. Essa semana, Sir Paul McCartney, que já tem sangue meio inglês, meio brasileiro,  comentou a morte do ex-companheiro de banda em uma entrevista ao Jonathan Ross Show.

Macca revela que estava em sua casa de campo quando ficou sabendo do ocorrido, e lamentou: “Para mim foi tão triste, pois eu nunca mais iria vê-lo. Mas o pior foi que o sujeito que tirou a vida dele era só um idiota.  Ele não tinha motivação política ou algo do tipo, foi completamente aleatório“, e finalizou: “É o maior dos idiotas

“Foi  tudo tão horrível. Não dava para aceitar, eu não conseguia aceitar. Por dias não dava para pensar que ele tinha morrido. Foi um grande choque e eu precisei contar para Linda e para as crianças. Foi muito difícil. Um grande choque na vida de todos, algo parecido com a morte de Kennedy”, lembra Paul.

Assista a entrevista inteira aqui.

R.I.P. John, we love you!

1100

 

Sem mais artigos