Mesmo após os protestos e esperneios de fãs, a organização do controverso tributo a Michael Jackson avisou que não cancelará o concerto. De acordo com o site Contact Music, eles mandaram avisar que estão “indo 100% em frente” com o show.

“Estamos 100% indo em frente. Continuaremos a anunciar nomes para o line-up. Estamos andando adiante e tentaremos dar atenção às questões levantadas pelos fãs”, disse Juliette Harris, uma porta-voz da Global Events Live, responsável pelo evento.

No começo da semana, irados membros de fã-clubes pediram a Katherine Jackson, mãe de Michael, e outros organizadores do concerto que cancelassem o evento. Assim como Jermaine e Randy Jackson, irmãos do rei do pop, os fãs acreditam que o evento acontece em um momento inoportuno, já que acontecerá durante o julgamento criminal acerca da morte do cantor.

Os fãs se revoltaram, ainda, com a inclusão do Kiss no tributo, uma vez que o líder da banda, Gene Simmons, havia dito ter a convicção de que Michael era um pedófilo. O grupo foi, posteriormente, excluído da escalação para o tributo.

Michael Forever: The Tribute Concert está previsto para acontecer no dia 8 de outubro no Millennium Stadium, em Cardiff, no País de Gales. Até o momento, estão confirmadas as atrações Beyoncé, Christina Aguilera, Cee Lo Green, Smokey Robinson, Leona Lewis, Alien Ant Farm e Craig David.

Sem mais artigos