Depois de anos meio “esquecido” pela grande mídia, o Korn voltou a ganhar destaque no ano passado com o lançamento de The Path Of Totality, álbum que misturou o new metal tradicional do quarteto com o dubstep agressivo de produtores como Skrillex, Kill The Noize e 12th Planet.

Agora, segundo baterista Ray Luzier, o grupo não descarta misturar o rock com elementos de jazz. Em entrevista ao site AZCentral, Luzier desconversou ao ser questionado sobre uma possível mistura com country, e deixou clara a preferência pelas big bands.

“Eu respeito muito a música country, e gosto de várias música do estilo, mas espero que essa mistura não aconteça. Prefiro um disco do Korn inspirado em big bands de jazz”, brincou.

Luzier também analisou a repercussão do álbum de dubstep, e garan tiu a presença da música eletrônica em futuros trabalhos da banda.

“Fãs de 16 anos do Skrillex escrevem para mim para dizer que não conheciam o Korn, mas compraram o disco por causa da parceria. Por outro lado, fãs antigos dizem que não queriam gostar do álbum, mas após ouví-lo algumas vezes, ficaram encantados”, disse.

“Não podemos satisfazer todo mundo, mas adoro fazer parte de uma banda que não tem medo de arriscar. Todos sempre dizem que a música eletrônica vai acabar, mas nunca acabou e continua por aí”, delcarou.

Sem mais artigos