Depois de uma turnê mundial repleta de efeitos tecnológicos e cenário futurista, que passou pelo Brasil no início de novembro, o Black Eyed Peas retorna aos estúdios com seu sexto álbum, The Beginning.

O grupo liderado por Fergie e will.i.am não modificou muito a fórmula consagrada em seus trabalhos anteriores, construída a partir de melodias grudentas, abuso do Auto-Tune (software de afinação e manipulação de voz) e texturas e vocais robóticos.

The Beginning também segue a tendência de artistas como Rihanna e Chris Brown, que adotaram elementos da dance music em seus novos trabalhos.

Entre os destaques do álbum estão Do It Like This (que começa com uma batida lenta e uma levada hip hop para terminar com um instrumental electro-house) e Light Up The Night (que sampleia Children’s Story, de Slick Rick, hip hop clássico de 1988).

“Nosso último álbum (The E.N.D, de 2009) era só festa festa festa, com beats bem malucos para fazer todo mundo dançar. Este já é mais inspirado nos anos 80. Essa foi uma época muito única, que jogou a humanidade de cabeça em um tipo de hiper-realidade. Hoje, transcendemos para um tipo de cultura completamente nova, com alta definição, animações em 3-D… e é isso que estamos fazendo: juntando os pixels”, filosofou will.i.am a respeito de The Beginning.

Ouça abaixo o novo álbum na íntegra:

The Time (Dirty Bit):

Light Up The Night:

Love You Long Time:

XOXOXO:

Someday:

Whenever:

Fashion Beats:

Don’t Stop The Party:

Do It Like This:

The Situation:

The Coming:

Own It:

The Best One Yet:

Just Can’t Get Enough:

Play It Loud:

Auto-Tune, dance music e anos 80 dominam novo álbum do Black Eyed Peas

Sem mais artigos