O cantor britânico Barry Gibb, fundador dos Bee Gees,
receberá no próximo mês uma homenagem por sua “brilhante” carreira
musical nos prêmios Silver Clef em Londres, informou a organização nesta
quinta-feira.

Gibb, de 66 anos, receberá um prêmio por sua brilhante trajetória musical, que
começou em 1958 junto a seus irmãos Robin e Maurice, com os quais marcou a cena
musical dos anos 60 e 70 em meio a onda disco do momento.

Segundo a organização dos prêmios britânicos, John Travolta embalou uma geração
em “Os Embalos de Sábado à Noite” (1977), um filme no qual os irmãos
Gibb assinam a trilha sonora e que supôs um ponto decisivo na carreira do trio.

A partir desta colaboração, os Bee Gees alcançaram fama internacional e três de
seus singles, “How Deep Is Your Love”, “Stayin’ Alive” e a
mencionada “Night Fever”, alcançaram o número um nos Estados Unidos
quando o filme foi lançado.

O grupo, que se dissolveu em 2003, chegou a vender 220 milhões de cópias no
mundo todo e conseguiu o prêmio internacional de álbum mais vendido de todos os
tempos com “Saturday Night Fever”, lembra os organizadores.

Barry é o único dos irmãos que comparecerá ao Silver Clif Awards, um prêmio
organizado por uma associação beneficente dedicada ao uso terapêutico da
música, já que Maurice faleceu em 2003 e seu gêmeo Robin morreu no último ano.

Além de cantor, Barry Gibb também fez carreira como compositor e chegou a
trabalhar para artistas como Barbra Streisand, Diana Ross e Dionne Warwick, e
também compôs uma curta melodia para outro icônico filme, “Grease: Nos
Tempos da Brilhantina”.

O bem-sucedido trio, que conta com nove prêmios Grammy, já recebeu um prêmio
especial da organização britânica em 1993.

Os prêmios Silver Clef, realizados desde 1976, reconheceram em edições
anteriores a trajetória de Tony Bennett, The Eagles e U2, entre outros.

Sem mais artigos