O grupo norte-americano Black Eyed Peas entrou com uma ação na Justiça contra Sean M. Larkin. O empresário, responsável por cuidar das contas da banda entre 2002 e 2009, é acusado de desviar dinheiro e realizar diversas fraudes bancárias. 

“Larkin representou falsamente em diversas ocasiões em que afirmou que estava cuidando de tudo e que os integrantes não teriam nada com o que se preocupar”, disse em um comunicado oficial os advogados de will.i.am, Taboo e apl.de.ap. Fergie, também membro do grupo, ficou de fora do processo por ter outro assessor. 

A ação, que acusa Larkin de sonegar impostos e embolsar o dinheiro, foi aberta no último dia 19 de julho. O desvio de verbas custou aos músicos cerca de US$ 3,2 milhões. Porém, ainda há dívidas com a produtora de turnês do Black Eyed Peas, que ainda estão em aberto. 

Enquanto o processo corre, o grupo está em hiato por tempo indeterminado. Will.i.am segue com sua carreira solo e recentemente foi contratado pela NASA para criar uma faixa especial para uma missão em Marte. 

<object width=”636″ height=”358″><param name=”movie” value=”http://www.youtube.com/v/uSD4vsh1zDA?version=3&amp;hl=pt_BR”></param><param name=”allowFullScreen” value=”true”></param><param name=”allowscriptaccess” value=”always”></param><embed src=”http://www.youtube.com/v/uSD4vsh1zDA?version=3&amp;hl=pt_BR” type=”application/x-shockwave-flash” width=”636″ height=”358″ allowscriptaccess=”always” allowfullscreen=”true”></embed></object>

Sem mais artigos