Em entrevista ao Yahoo, Black Francis, líder dos Pixies, garante que a saída da baixista Kim Shattuck, substituída por Paz Lechantin, não tem muita importância. “A dúvida das pessoas é: se estava correndp tudo tão bem, porque é que vão mudar outra vez?”, disse o músico. Kim assumiu o posto de baixista após Kim Deal deixar a banda. 

“Suponho que seja uma pergunta legítima, mas só porque uma sessão de estúdio ou uns shows correram bem com alguém, não significa que estejamos casados com essa pessoa para sempre. Não é assim que uma banda funciona. E isto é uma coisa difícil de explicar, sobretudo quando as pessoas se afeiçoam a alguém”, explicou. 

“Sinceramente, não é uma coisa que quero ter de explicar – são coisas pessoais, confidenciais. É como a política e o futebol e as vidas pessoais das pessoas, que neste mundo moderno se confundiram todos entre si. As pessoas dizem: ‘ai, você mudou alguma coisa no teu mundo, exigimos um comunicado para explicar porquê’. Mas eu não sou um Presidente, eu faço parte de uma banda rock”.

Por sua vez, Kim Shattuck, baixista que tocou com os Pixies depois de Kim Deal abandonar o grupo, falou sobre o fato de ter sido despedida no mês passado: “preferia que tivessem me despedido pessoalmente, cara a cara, mas eles são boas pessoas!”, explicou ao NME, revelando que foi o manager da banda que lhe comunicou a decisão por telefone.

Black Francis fala sobre nova troca de baixista nos Pixies: 'não quero dar satisfações sobre isso'

Sem mais artigos
Sair da versão mobile