A banda Evanescence está prestes a lançar uma nova música, “Use My Voice”, na próxima sexta-feira (14). A canção trará participações de grandes mulheres, como Taylor Momsen (The Pretty Reckless),  Lzzy Hale (Halestorm) e Deena Jakoub (Veridia).

E nesta semana, a vocalista do Evanescence, Amy Lee, relatou em seu Facebook que foi questionada em uma entrevista sobre “a ausência das mulheres historicamente nas rádios de rock e no mundo do rock mainstream”. Na hora, ela contou, não conseguiu dizer nada, mas depois de muita reflexão chegou a uma conclusão.

“Honestamente, mulheres realmente são ignoradas. Somos deixadas de fora das retrospectivas nos fechamentos. É mais difícil chegar na capa da rádio”, desabafou a artista.

A vocalista ainda citou o julgamento pelo qual cantoras passam: “porque nossos rostos não são o clássico e quintessencial rosto do rock”. “Acho que está embutido inconscientemente em nossos cérebros que as mulheres do rock são menos autênticas de alguma forma, como se fossemos a próxima geração. Somos a parte 2. Não a original. Um pequeno nicho sem marca”, refletiu.

Apesar dos obstáculos, Amy “jogou a real”: “o verdadeiro coração do rock é o espírito de rebelião. Ir contra a corrente. Mudar as perspectivas, quebrar as regras da sociedade e ser quem você é doa a quem doer. Esperam que sejamos as mães, as namoradas, as fãs. Mas há aquelas dissidentes rebeldes que não se encaixam no molde e não deixam que isso as impeça de fazer o que sonham – e ISSO é rock’n roll!”

Para as mulheres que existem e resistem no rock, a artista mandou um recado: “então todas vocês, mulheres que estão deixando sua marca no mundo rock e mudando o jogo, vocês são a coisa real. Mil vezes mais legítimas do que qualquer mestre do riff tatuado que só olha para o papel!”

Confira abaixo um trecho de “Use My Voice”, nova música do Evanescence que será lançada nesta sexta-feira:

Sem mais artigos