CeeLo Green fez comentários ridículos sobre estupro em seu twitter. O americano resolveu definir o que ele considerava ser estupro e, bom, alguém precisa avisar que ele está muito errado. 

“Pessoas que realmente foram estupradas se LEMBRAM!!!”, ele escreveu, basicamente justificando que se uma pessoa estiver inconsciente e alguém estuprá-la, err, não é estupro. “Se alguém está desmaiado, ele nem está com você conscientemente! Este COM implica consentimento”.

É óbvio que isso gerou uma reação horrorizada e estrondosa e ele deletou os tweets. Quando perguntado se ele realmente havia os deletado, CeeLo respondeu: “Sim, deletei. Eu não vou permitir que essa energia negativa fique rodando pela minha timeline, vocês ainda a tem, então guarde-as. Vou deletar esse tempo”.

Ele ainda tentou se desculpar com uma série de tweets. Mas ele não se desculpu. E não deu muito certo. Ele disse: “Primeiramente me deixem agradecer a Deus pela justiça & liberdade! Em segundo lugar, eu sinceramente me desculpo pelos meus comentários terem ido tão longe e tão fora do contexto”. “Foi o apoio de vocês que me fez passar por isso, pra começo de conversa. Eu nunca ia tolerar qualquer dano causado a mulheres. Obrigado”.

E aí, te convenceu?

 

Sem mais artigos