123

(Foto: Olivia Malone/ Divulgação) Charli XCX

Uma coisa é certa: Charli XCX é baladeira! É só ouvir suas canções Bloom Cap, Vroom Vroom e Break The Rules, ou as que compôs com o duo Icona Pop (I Love It) e Iggy Azalea (Fancy) e perceber que a cantora inglesa de 24 aninhos não recusa uma festa sequer. E é isso que ela quer curtir no Brasil, quando será atração principal da 21ª edição do Cultura Inglesa Festival, que rola de 27 de maio a 18 de junho em São Paulo.

“Eu quero sair! Quero ir pra balada e curtir uma festa verdadeiramente brasileira. Onde você me recomenda?”, pergunta Charli em papo exclusivo com o Virgula. “Sabe, o Brasil só me deu memórias brilhantes. Da última vez que estive no país fizemos três shows e foram incríveis! A energia do público é maravilhosa”, diz ela.

Porém, Charli também recorda de um episódio inesquecível no Brasil que a deixou, digamos, ‘chateada’: “Me lembro de ter perdido a minha camiseta do Yung Lean em uma festa que fui em São Paulo. Não tenho certeza porque tirei ela, mas nunca a recuperei (risos)”.

Charli e sua camiseta preferida do Yung Lean

image

(Foto: reprodução/Instagram)

Em seu show que acontecerá dia 11, no Memorial da América Latina, gratuito assim como todo o festival, Charli adianta: “Estarei indo para tocar algumas canções de minha nova mixtape Number 1 Angel. Também vou cantar algumas coisas mais antigas. Estou muito empolgada”.

Para os fãs que esperam tanto o álbum novo, a hitmaker informa: “Eu não estou certa de quando meu novo álbum será lançado. Mas, eu sei que por enquanto meu plano é soltar um monte de músicas novas. Eu tenho tantas ideias de músicas no meu cérebro que não consigo esperar para lançá-las”.

Ao lado de Lorde, Tove Lo, MØ, Tinashe e outras superpoderosas que não saem das playlists da garotada e esquentam as ‘pixxtas’ das baladas, Charli também faz parte desta nova geração de cantoras que vêm representando no pop. “As mulheres dominam! É isso! Há tantas meninas que estão compondo coisas realmente incríveis. Eu acho que as mulheres mandam no mundo”, afirma ela fazendo referência à música Run The World (Girls), da mãezona de todas, a Rainha Beyoncé.

Ao finalizar a conversa, Charli deixa claro que além de querer festejar muito por aqui, o Brasil sempre fez (e ainda faz) parte de sua educação musical: “Quando eu era mais nova amava o CSS (Cansei de Ser Sexy). Hoje curto demais do Bonde do Rolê. Eles são incríveis”.

Vem, Charli. Junho está logo aí!

charli-xcx-at-the-music-is-universal-lounge-in-los-angeles-02-10-2017_2

(Foto: divulgação) Charli XCX

SERVIÇO:

RETIRADA DE INGRESSOS

De 15 a 29 de maio: Retirada exclusiva para alunos e staff da Cultura Inglesa
São 2 por pessoa (aluno apresenta ID, staff o CPF)
Alunos e staff também terão acesso exclusivo para os shows pelo portão 1 do Memorial da América Latina

De 30 de maio a 10 de junho: retirada para todo o público à partir das 12h, tanto pela internet, quanto nos pontos físicos de retirada.
1 ingresso por pessoa (também via CPF e breve cadastro com nome e email)

A partir do dia 31, os pontos físicos começam a distribuição no horário normal.

LOCAIS DE RETIRADA

Online:
Pelo site ou aplicativo da Livepass.com.br (ambos no ar apenas a partir de 15/05)

IMPORTANTE: Há uma taxa de conveniência de R$ 5,00 apenas na retirada online e pelo app (alunos destas unidades da Cultura estão isentos da taxa entre 15 e 29 de maio)

FNAC Paulista
Av. Paulista, 901 – Térreo Mez. e 1º Subsolo – Bela Vista
Horário de Funcionamento:
Segunda a Sábado – das 10h às 20h
Domingos e feriados – das 11h às 18h

FNAC Pinheiros
Horário de Funcionamento:
Segunda a Sábado – das 10h às 20h30
Domingos e feriados – das 11h às 19h

FNAC Morumbi
Av. Roque Petroni Júnior, 1089 – Vila Gertrudes
Horário de Funcionamento:
Segunda a Sábado – das 10h às 20h
Domingos e feriados – das 13h às 18

Artistas do novo pop que você precisa ouvir

Londrina, ela fez um
De Oakland, Califórnia, a cantora de 21 anos surgiu como integrante do grupo pop teen PopLyfe, finalista do America's Got Talent. É um dos bons nomes do novo R&B dos Estados Unidos.
Atração do Lolla 2017, Tegan and Sara é uma dupla canadense de indie pop. É formada pelas gêmeas idênticas, Tegan Rain Quin e Sara Kiersten Quin.
Voz de hits do The Dirty Projectors e Major Lazer, Amber prepara o terreno agora para sua carreira solo.
Após ter passado os últimos anos sumido, ele voltou com um álbum novo
O cantor, ator, compositor e dançarino espanhol Abraham Mateo tem experiência de um veterano. Ficou conhecido, aos 9 anos, como dançarino e aos 10 gravou o primeiro álbum. Em novembro de 2013, lançou o terceiro álbum, Who I AM, que o levou a abrir shows do One Direction no Chile, Peru e Espanha.
Uma das revelações do novo pop e R&B dos Estados Unidos, JoJo é uma atriz, cantora e compositora de.
Descoberta pelo YouTube, Ashley Nicolette Frangipane, a Halsey, ficou conhecida com
Canadense, Alessia estourou com seu primeiro single, Here.
Cantor, compositor, ator e youtuber, Troye Sivan nasceu na África do Sul e foi naturalizado na Austrália. Foi o Wolverine jovem no filme X-Men Origens: Wolverine.
Conhecida por sua participação no The Voice, Melanie Martinez lançou seu álbum de estreia, Cry Baby, em 2015.
Cantora, rapper, dançarina e compositora sul-coreana, CL é um dos nomes mais quentes do nova música.
Atriz e cantora, já tem uma longa experiência no cinema. Em 2011, foi indica ao Oscar melhor de atriz coadjuvante por sua atuação em do filme True Grit, dos irmãos Coen.
De Lexington, Kentucky, a cantora vem sendo apontada como fenômeno do novo R&B.
De Detroit, Michigan, Dej Loaf trafega pelo hip hop, trap e R&B. A rapper ficou conhecida em 2014 com o single Try Me.
A fama da rapper surgiu em 2014 com a mixtape, Winter's Diary 2: Forever Yours. Seu primeiro álbum foi produzido pelo craque Timbaland.
Cantora e compositora, Tori Kelly é de Canyon Lake, Califórnia. O álbum de estreia da cantora, Unbreakable Smile, foi lançado em 2015.
Duo de Montreal que faz um som no estilo electropop misturado com R&B. O primeiro EP das minas, Little Mourning, é daqueles que pode ficar no repeat várias vezes sem enjoar.
A britânica Låpsley gravou um EP no próprio quarto que foi o maior sucesso. Em seguida, Understudy, um EP um pouquinho mais produzido, fez ainda mais barulho.
Apesar do sobrenome, Bo Rocha é de Londres. Ela tem lançado alguns singles incríveis, como Tangerine Flake e Angel Eyes.
Inglesa, ela faz um pop cool com inspiração oitentista. Fez barulho em 2015 com o EP White Light, que trouxe o hit 2Shy.
Numa vibe meio Ellie Goulding meets Lorde, Kiiara arrasou com o seu primeiro EP Meet Me In The Cornfield.
Com leve perfume country, a cantora começou a carreira artística como imitadora da Hannah Montana em festas de crianças.
A australiana Eves The Behavior arrasou com o single Electrical. Vale a pena ficar ligado nas novidades dessa mina.
Phoebe Ryan surgiu com um cover de R. Kelly e Miguel e se tornou aposta do novo pop.
Valerie Teicher, a Tei Shi, nasceu na Argentina, mas mora no Brooklyn. Ela faz uma mistura de shoegaze, indiepop e R&B e foi convidada pelos britânicos do Glass Animals para cantar em Holiest, música deles do álbum Gooey.
A Sam Bruno faz a vibe misteriosa, então não se sabe muito dela além de que ela tem a co-autoria de uma música gravada pelo Kanye West em 2012. Search Party, seu primeiro single, faz parte da trilha sonora do filme Cidades de Papel, com a Cara Delevingne.
Divulgação
Divulgação

Charli XCX quer festejar no Brasil e fala sobre o pop atual: 'As mulheres dominam'

Sem mais artigos