Charlie Sheen, sempre ele, revelou neste final de semana de quem é fã: ninguém menos que Amy Winehouse. O problemático ator, em entrevista ao tablóide britânico The Sun, descreveu a cantora como “muito radical”. “Ela costumava festejar no estilo Charlie Sheen”, comentou ele, que citou o momento que as bebedeiras de Amy a levaram a ser proíbida de entrar nos EUA há alguns anos.

“Ela não ganhou 90 Grammys na noite em que foi banida? Foi algo tipo, ‘fo…-se”. Foi algo enorme”.

Por fim, Sheen, que recentemente lançou um programa diário na internet (Sheen’s Korner), deu dicas para a artista (pois é) de como evitar vexames públicos após várias noites de farra. “Ela deve sair à noite com seus óculos escuros, jamais com eles no bolso da calça. Você não sai de casa sem sua máscara. Aí você está preparado para qualquer coisa”.

Sem mais artigos