O baixista da banda americana Deftones, Chi Cheng, morreu no sábado, aos 42 anos, após permanecer em coma por cinco anos, desde que sofreu um acidente de carro em 2008, informou hoje a família do músico por meio da página no Facebook.

Cheng morreu ontem, quando “seu coração parou repentinamente”, afirmaram seus parentes por meio de um comunicado publicado na página do baixista no Facebook. A nota agradeceu o apoio dos fãs nos últimos anos mas não deu maiores detalhes sobre a sobre a causa da morte.

Os fãs “estiveram com ele enviando seu amor diariamente. Ele sabia que era muito querido e que nunca estava só. Sei que sempre se lembrarão dele como um grande homem no palco, com um coração para cada um de vocês”, publicou a família na rede social.

 

O vocalista da banda, Chino Moreno, também se manifestou sobre o ocorrido em sua página no Facebook: “Descanse em paz, Chi Cheng”, escreveu.

Cheng sofreu um acidente de carro em novembro de 2008 em Santa Clara, na Califórnia. Segundo a emissora de televisão americana “MTV”, o músico estava no banco do carona e não usava o cinto de segurança. A irmã do baixista, que estava no volante e com cinto, sofreu apenas ferimentos leves.

O músico foi um dos primeiros membros do grupo. Ele começou a tocar ao lado de Chino Moreno, Stephen Carpenter e Abe Cunningham em Sacramento, na Califórnia, no final da década de 1980.

 

Sem mais artigos