Rihanna já declarou publicamente que ter perdoado a agressão que sofreu pelas mãos de Chris Brown, mas a justiça de Los Angeles não vai apagar o incidente. O rapper foi convocado pela corte da cidade norte-americana para prestar esclarecimentos sobre o cumprimento da pena a que foi submetido em 2009. 

Segundo informações do TMZ, o juíz responsável pelo caso alega que Brown não cumpriu o total de horas revertidas em trabalhos comunitários expressas em sua condenação, que o obrigava a limpar o lixo de rodovias e remover pichações de paredes.

Na última semana, o cantor foi alvo de um protesto de ativistas britânicos que colaram adesivos em seu último álbum de estúdio, Fortune, com os dizeres: “Não compre este disco! Esse homem bate em mulheres”.

Enquanto isso, Rihanna e Brown foram flagrados aos beijos durante a festa da premiação Video Music Awards. Até o momento nenhum representante dos astros da música comentou o caso. 



Sem mais artigos