Chris Cornell se apresenta no segundo dia do SWU 2011

Chris Cornell

Chris Cornell, vocalista do Soundgarden e ex-Audioslave, se mostrou indignado com a música pop produzida hoje em dia, e clamou por um “retorno” do rock n’ roll em entrevista ao tablóide inglês The Sun.

Líder de uma das bandas pioneiras da cena grunge que partiu de Seattle para o mundo no início dos anos 1990, Cornell comparou a música pop feita hoje em dia com o rock produzido nos anos oitenta.

“Sempre acreditei que o rock se beneficia de obstáculos. O pior rock é feito quando todos gostam de rock, como no fim dos anos oitenta”, analisa. “Foi a única época em que o hard rock foi gênero musical mais vendido, e a maior parte era lixo. A cena de Seattle foi a antítese disso”.

De acordo com o vocalista – que veio ao Brasil para apresentação solo no festival SWU do ano passado -, o momento atual é perfeito para o surgimento de novas bandas de rock.

“Um dos grandes motivos de o grunge ter crescido tanto tão rapidamente foi porque as pessoas estavam cansadas do que rolava na época. É a mesma coisa agora. Há uma boa chance de surgir uma cena roqueira saudável e vigorosa, porque há alguma coisa a qual reagir”, disse.

Mas para o compositor de Black Hole Sun, nem tudo é podre na cena pop atual – entre as pesadas críticas do vocalista, sobrou um belo elogio a Adele.

“A música pop não poderia estar pior do que está agora. A luz no fim do túnel foi Adele tendo o disco mais vendido do ano passado. Obviamente, o mercado ainda responde bem a seres humanos de verdade criando música”, concluiu.

Para finalizar, Cornell exaltou o novo álbum do Soundgarden, o primeiro do grupo desde o retorno do quarteto em 2010, após 13 anos parado.

“[O novo álbum] não é de forma alguma nostálgico, não é uma regressão. É música nova disponível para os novos fãs de rock”, declarou. “[O Soundgarden] fica solitário, longe das classificações de gênero. Não somos como mais ninguém. Não podemos ser imitados”.

Chris Cornell pede retorno do rock e critica: "A música pop não poderia estar pior"

Sem mais artigos